Considerada um dos principais organismos artísticos da Universidade de São Paulo, a Orquestra de Câmara da ECA/USP (OCAM) tem sido referência fundamental no âmbito das orquestras profissionalizantes do país. Seu trabalho é caracterizado pela marcante qualidade de performance musical e pela concepção arrojada com que desenvolve todas as ações de comunicação e relacionamento que sustentam sua proposta artística.

Criada em 1995 pelo Maestro Olivier Toni, tem como propósito dar suporte às atividades pedagógicas desenvolvidas no Departamento de Música da ECA/USP, bem como propiciar aos jovens músicos a prática instrumental necessária rumo a uma profissionalização competente. Possui um corpo sinfônico de 45 músicos, selecionado anualmente, e integrado por alunos do Departamento de Música da USP e jovens da comunidade ligados à universidade através de seus cursos de extensão universitária.

É dirigida pelo Maestro Gil Jardim, que está à frente da OCAM desde 2001, tendo desenvolvido um plano de ação caracterizado por uma programação de alto nível artístico e com um trabalho pedagógico extremamente competente. Como resultado dessa arrojada administração, a OCAM é hoje plenamente reconhecida no mercado cultural nacional por seus méritos artísticos e educacionais.

Dentro do espírito acadêmico, os alunos são levados a interagir com os estilos dos vários períodos da história da música, nacional e internacional, estimulando uma profissionalização compromissada com a qualidade técnica e com saudável dimensão do que seja a conduta ética nesse campo de trabalho.

Com essa proposta de aperfeiçoamento, os músicos da OCAM estão sempre em contato com solistas e maestros convidados. São personalidades consagradas no Brasil e no exterior como Gilberto Tinetti, Olivier Toni, Cláudia Riccitelli, Cláudio Cruz, Eduardo Monteiro, Fernando Corvisier, Céline Imbert, Alex Klein, Benjamin Zander (EUA), Boris Giltburg (Rússia), Catalin Rotaru (Romênia/EUA), Peter Zazofsky (EUA), Evgenia Popova (Bulgária), Pablo Mainetti (Argentina), Leo Brouwer (Cuba), entre outros.

Desde 2001, a OCAM é patrocinada pelo Projeto Santander–Universidades.